Transexual tem cirurgia de retirada de seios paga pelo plano de saúde

Homem transexual ganha na Justiça o direito de fazer cirurgia de retirada dos seios coberta integralmente pelo plano de saúde. Ele tem 29 anos não quis se identificar.

O processo começou ao final de 2014, ano em que a ação foi negada. E só agora a Justiça entendeu que a cirurgia, denominada como mastectomia, é cobertura obrigatória do plano. A decisão foi proferida pela juíza de Araguaína (TO), Adalgiza Viana. A mediadora entende que a mastectomia faz parte de um processo complicado de mudança de gênero. “Além de todo o procedimento preliminar e preparatório, no qual se incluem a psicoterapia e a hormonioterapia”. Estes últimos quesitos foram garantidos pela empresa de saúde, Unimed. Apesar disso, a empresa recebeu uma multa de 5 mil reais, paga ao homem, pelos danos morais sofridos.

A importância dessa medida ultrapassa uma questão particular. A vitória na Justiça é importante para a garantia dos direitos dos transexuais na sociedade. A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), percebe a grandiosidade da aprovação. “O se entender e se adequar em sua identidade sexual como do gênero masculino, sendo este o gênero pelo qual é reconhecido em todos os espaços públicos e privados que transita, não pode ser compelido a expor seu sexo biológico feminino em razão dos seios, posto que isso é afronta direta a seu direito à intimidade”, afirma Iwace Santana, responsável pela Vara-Cível da cidade.

Caso o homem entrasse na fila do Sistema Único de Saúde, para conseguir realizar a cirurgia, a espera seria aproximadamente de 20 anos, afirmou o rapaz ao site do G1. As informações são de reportagem do Catraca Livre, e pode ser lida na íntegra aqui.

 

Curiosidade RA  

  • Transgênero: termo utilizado para denominar pessoas que não se identificam com o gênero de nascença. Por exemplo, uma pessoa nasceu biologicamente homem, mas se sente pertencente ao gênero feminino.
  • Cisgênero: termo utilizado para denominar pessoas que se identificam com o gênero de nascença.

É importante lembrar também, a diferença entre sexualidade e identidade de gênero. O primeiro termo diz respeito ao gênero que a pessoa desenvolve atração sexual e laços românticos. Já o segundo, é o gênero com que a pessoa se identifica. Há quem se perceba como homem, como mulher, como ambos ou mesmo como nenhum dos dois gêneros: são os chamados não binários.

Foto: O Clítoris da Razão

Alexa Simon

É estudante de Jornalismo. No Roteiro Alternativo é responsável pela produção de conteúdo e manutenção do site.