TODXS: o app pioneiro nas lutas LGBT

(Foto: Divulgação/ Facebook TODXS)

Os números de vítimas da LGTBfobia, infelizmente, vêm aumentando com o passar dos anos. Segundo o Grupo Gay Bahia, em 2017 foram 445 homicídios, aumento de 30% em relação ao ano de 2016, com 343. Os números de 2017 são ainda mais elevados quando comparados ao ano 2000, em que houveram 130 homicídios. Pensando nesse e em outros motivos, um grupo desenvolveu o aplicativo TODXS que permite que denúncias sejam feitas através dele.

A ideia surgiu em 2016, porém o aplicativo foi lançado em junho de 2017. Pioneiro ao abordar exclusivamente as questões LGBT, a startup chegou a ser indicada ao Google Play Awards na categoria Impacto Social, sendo o único app brasileiro. O projeto não possui fins lucrativos e tem como finalidade facilitar as denúncias de agressão e ainda pode ajudar na geração de estatísticas.

Todas as leis voltadas para o público LGBT foram compiladas e divididas em tópicos de acordo com a necessidade de quem procura e a proximidade do usuário. Além das denúncias por meio do app, ainda é possível ter um atendimento policial: o app possui parceria com o Ministério da Transparência – Controladoria Geral da União. Quando o usuário permite compartilhar as informações com a CGU ele irá realizar acompanhamento de sua demanda  e ainda contribui para a construção de políticas públicas e avaliação dos serviços públicos prestados à população. Uma das criadoras ressaltou ao Estado de Minas que a denúncia feita pelo aplicativo não substitui a ida à polícia. 

TODXS está disponível para Android e IOS, os usuários conseguem ver lugares onde há denúncia de agressões por LGBTfobia e eventos por temas e proximidade. O app já soma mais de 5000 downloads, mais de 50 denúncias realizadas e mais de 700 normas e leis brasileiras.