Saiba como se prevenir em caso de chuvas fortes

As chuvas que ocorreram nos últimos dias em Belo Horizonte, causaram grandes estragos pela cidade. Carros sendo arrastados, pessoas ilhadas, queda de energia elétrica, deslizamentos de terra, além de muita preocupação aos moradores. De acordo com a Defesa Civil, em apenas 20 minutos, choveu na região oeste da capital mineira 74,6 milímetros (mm), o equivalente a 46% da média histórica do mês. Na região noroeste e na região centro-sul, foram registrados respectivamente 53,4 mm e 49,8 mm.

(Foto: Facebook – BHTrans)
(Foto; Facebook- SouBH)

Mesmo sabendo dos constantes volumes chuvosos elevados  em determinadas épocas do ano, a Prefeitura de Belo Horizonte não colocou em prática medidas de melhora da infraestrutura urbana para lidar com esse tipo de ocorrência. Dessa maneira, a população  prejudicada interpreta que a cidade não está preparada para esse tipo de acontecimento.

Nessas circunstâncias, o Roteiro Alternativo listou algumas medidas e precauções que devem ser tomadas pelos cidadãos em situações como essa:

  • o melhor a fazer é evitar ruas e avenidas que correm o risco de ficarem alagadas, locais próximos à rios, córregos e ribeirões devido ao aumento do nível de suas águas com a quantidade de chuva;
  • No caso de inundação, tenha um lugar seguro para se alojar;
  • Se estiver em uma rua ou avenida que esteja alagando e você não tem como sair, a melhor solução é ficar dentro do carro para se proteger de entulhos que possam vir na correnteza, e com o sinto de segurança caso o carro comece a se movimentar;
  • Não se abrigue debaixo de árvores ou parem o carro embaixo delas;
  • Evite áreas que não ofereçam proteção contra raios;
  • Não permaneça em áreas abertas ou descampadas.
  • Não se aproxime de fios elétricos. Ligue imediatamente para a CEMIG;
  • Evite áreas de encostas e morros, pois correm risco de deslizamento. Se você mora nessas áreas, evacue-as o mais rápido possível.
  • Se você observar o início de um deslizamento, avise imediatamente a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros..

Contatos de emergência

Defesa Civil: 199

Corpo de Bombeiros: 193

CEMIG: 116