Projeto visa desenvolver pequenos negócios do setor turístico em BH

Foto: Jornal MG Turismo

Belo Horizonte é a segunda cidade mais visitada no estado de Minas Gerais, estando atrás somente do Circuito da Serra da Canastra. Os turistas que visitam Belo Horizonte permanecem na cidade em média 8,7 dias, de acordo com um estudo feito pela Secretaria de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG). Para ampliar ainda mais a permanência dos visitantes na cidade, o Sebrae Minas criou o “Ideathon: Experiência e Geração de Valor”.

 A ideia do projeto é unir e estimular o desenvolvimento de pequenos negócios do setor turístico, cultural e de economia criativa em Belo Horizonte, através da criação de ideias inspiradoras, na qual empreendedores do turismo e da cultura identificam as oportunidades, mapeiam demandas e analisam dificuldades com a ajuda de técnicas e ferramentas que possibilitam o desenvolvimento de atividades, roteiros e pacotes turísticos de experiências para os turistas e a comunidade. A iniciativa é desenvolvida em parceria com a Belotur.

Estão participando do projeto, que começou em março deste ano, 12 empreendedores, além de organizadores de eventos, meios de hospedagens e negócios criativos, entre eles, os conhecidos grupos de teatro, dança e música: Tambor Mineiro, Galpão, Giramundo, 1º Ato, Terra dos Pássaros e Grupo Corpo.

O objetivo é aproximar pequenos empreendedores dos principais equipamentos turísticos e culturais, para que, juntos, criem ou remodelem produtos e serviços que possam gerar novas experiências para o turista e também para a população local.

A expectativa é que as novas propostas de serviços e produtos não fiquem apenas no papel. O objetivo do projeto é desenvolver essas ideias, testá-las e validá-las, para que possam ser oferecidas ao mercado, proporcionando aos clientes experiências únicas e surpreendentes.

 

 


 

Chiara Ribeiro

É estudante de Jornalismo. Atua no Roteiro Alternativo como cooperado de mídias sociais e repórter.