Pré-candidato à Presidência da Repúlica, Geraldo Alckmin, discursa em Nova Lima

O atual Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, esteve em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, na última segunda-feira (dia 05), no evento Conexão Empresarial, promovido pela VB Comunicação. O presidente nacional do PSDB e possível candidato à Presidência da República pelo partido em 2018, discutiu pautas econômicas e políticas do Brasil para uma plateia composta por empresários e autoridades. O evento contou com a presença de personalidades como Marcio Lacerda, ex-prefeito de BH, Antonio Anastasia, senador e ex-governador de Minas Gerais, dentre outras figuras políticas do estado.

(Foto: Nádia Gomes)

O psdbista enalteceu a importância de Minas Gerais para sua campanha presidencial, uma vez que o estado é o segundo maior colégio eleitoral do Brasil. Direcionando sua fala para o setor tecnológico, pontuou o fato de Minas ser um dos principais centros de tecnologia e informação do país, além de mencionar os setores de serviços e turismo, como grandes geradores de empregos.

Durante entrevista coletiva, o Governador reiterou seu apoio a Anastasia em uma eventual candidatura ao governo mineiro e afirmou que não há pressa para que a chapa presidencial seja definida, já que a convenção do partido tucano ocorrerá apenas em julho ou agosto. O senador é cotado para compor a vice-presidência da chapa encabeçada por Alckmin.

Em tom de campanha, destacou seu desejo de que o passado seja deixado para trás e de que seja mirado o futuro do Brasil. Citou, ainda, uma retomada econômica e disse estar confiante em um futuro próspero para o país por meio de reformas, como a tributária e a política, tendo citado o voto distrital como uma opção. “Nós temos o desafio de destravar a economia, desburocratizar, simplificar e estimular a atividade empreendedora”, afirmou o tucano.

Quando questionado a respeito de um ocasional apoio de Aécio Neves à sua campanha, Alckmin desconversou e afirmou que o senador mineiro – alvo de inquéritos por corrupção passiva e obstrução de justiça – foi um grande governador em Minas e que cabe a ele falar sobre o apoio.

Os partidos políticos têm do dia 20 de julho até o dia cinco de agosto para realizarem suas convenções destinadas à escolha dos candidatos. O primeiro turno da disputa que elegerá presidente, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais ocorrerá no dia sete de outubro; o segundo turno está marcado para o dia 28 do mesmo mês.

Reportagem: Lucas Amado e Nádia Gomes

Júlia Vilaça

Estudante de Jornalismo da PUC Minas e membra do Roteiro Alternativo. Já passou pela UFMG e ganhou experiência em várias áreas da Comunicação. Aqui no Roteiro Alternativo, Júlia é redatora, produtora e editora do portal.