Pôquer: Esporte ou hobby? Jogo cresce cada vez mais no país

Em 2010, a Federação Internacional dos Esportes da Mente (IMSA) reconheceu oficialmente o  pôquer como um esporte mental. O Ministério do Esporte também reconhece o jogo como uma atividade esportiva no Brasil. Na definição oficial, “O Poker esportivo é uma prática de competição em que exige-se do praticante inteligência, capacidade, habilidades intelectuais e comportamentais para se obter sucesso.”

O Pôquer (em inglês ‘’Poker’’), é um jogo de cartas jogado por duas ou mais pessoas. Geralmente é jogado em cassinos, mas com o crescimento do esporte nos últimos 20 anos, várias pessoas se reúnem com seus amigos e o praticam em casa. Existem hoje, torneios do jogo que são transmitidos na televisão para vários países do mundo. No Brasil, já são muitos profissionais em atividade. Felipe ‘’Mojave’’ Ramos, André Akkari, Caio Pessagno, João Bauer Dorneles, Thiago Nishijima, são alguns dos mais conhecidos.

O estudante João Vitor Baccarini, 20 anos, conversou com o Roteiro Alternativo. O jovem conta que, começou a jogar pôquer por brincadeira, quando tinha 13 anos. ‘’Quando eu fiz 17 anos, conheci o jogo melhor, comecei a estudar mais, e aos 18 iniciei minhas apostas valendo dinheiro, porque dá mais emoção ao praticar. Acho que o pôquer é tanto um esporte como um hobby ao mesmo tempo, igual é o futebol. Alguns jogam como profissão, outros apenas para se divertir.’’ Perguntado se considera o jogo viciante, o jovem concluiu: ‘’Posso dizer que eu não sou viciado. Um estudo comprova que é muito mais fácil você viciar em vários outros tipos de coisas presentes na sociedade, como chocolate. Porém ninguém julga isso, atacam o pôquer simplesmente por ele não ser tão conhecido. É um paradigma que tem que ser quebrado.’’

O número de pessoas que já praticam este ‘’novo’’ esporte no Brasil está avaliado em cerca de 7,5 milhões de competidores, segundo dados da CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em), entidade oficial da categoria. Na internet, milhares de indivíduos também jogam em plataformas online, como a ”PokerStars”, maior delas.

Foto: Arquivo pessoal de João Baccarini (Com boné á esquerda).