Passeio ao Inhotim pode se tornar ainda mais atrativo

A ida de visitantes ao Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, pode se tornar ainda mais atrativa e charmosa. Um projeto prevê a instalação de um trem turístico, que ligará o Museu de Artes e Ofícios na Praça da Estação ao Museu do Inhotim. Três Oscips (Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público) se organizam para colar a ideia em prática: Apito, Instituto Cidades e ONG Trem.

Para explorar o lado histórico de Minas Gerais, serão utilizados vagões do clássico Vera Cruz, antigo trem de luxo que conectava a capital mineira ao Rio de Janeiro. A intenção das Oscips é restaurar as composições que foram abandonadas, com o objetivo de oferecer um serviço luxuoso aos passageiros.

Segundo o jornal Hoje em Dia, a expectativa é de que a locomotiva tenha capacidade para transportar, aproximadamente, 1.480 pessoas por dia, em viagens diárias, com duração de uma hora e meia. O Vera Cruz, enquanto funcionava, saía todos os domingos e sextas-feiras de Belo Horizonte e da capital carioca, na parte da noite, levando em torno de 152 a 196 viajantes.

Para que a proposta seja executada, as Oscips aguardam autorização da MRS Logística, concessionária responsável pela administração do trecho.

VERA CRUZ

Durante quase 40 anos, o primeiro trem de luxo que percorreu as ferrovias de Minas, o Vera Cruz, foi responsável por transportar pessoas, bagagens e correspondências. Uma viagem que podia durar até 14 horas, estendia-se do Vale do Paraopeba à Serra da Mantiqueira, encoberta por visual diverso e aconchegante.

Folheto do Vera Cruz, quando voltou a circular em 1980, após quatro anos fora dos trilhos (Foto: Acervo Flávio Cavalcanti)

A locomotiva trafegou pela primeira vez em 1950, percorrendo diversas cidades mineiras e cariocas, até chegar à Central do Brasil, no Rio de Janeiro. A população belo-horizontina, acostumada a trens de madeira e composições a vapor, se impressionou com a luxuosidade do Vera Cruz, algo nunca visto anteriormente.

No entanto, em 1990 o serviço foi encerrado devido aos constantes atrasos e substituições excessivas de composições.