Onde estão as mulheres no esporte?

Brasil 5 x 1 Suécia – Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro
Foto: Ricardo Stuckert/CBF

Com Copa do Mundo acontecendo e times de futebol masculino do mundo inteiro se reunindo para uma competição internacional vem a pergunta: e as mulheres? Onde elas estão no cenário esportivo?

No futebol brasileiro as mulheres realmente não tem muita visibilidade. É por isso que, ano passado, a Conmebol implantou uma medida que exige que os times de futebol tenham uma seleção feminina para poderem participar da Libertadores e Copa Sul Americana a partir de 2019, além de estarem sujeitos à multa caso o contrário.

Um levantamento feito pelo Estadão em abril deste ano revelou que apenas oito camisas dos tradicionais times masculinos possuem uma seleção feminina: O América-MG, Corinthians, Flamengo, Grêmio, Internacional, Santos, Sport e Vitória.

Mas não só de futebol é feito o esporte: as mulheres também estão presentes no vôlei, basquete, natação e diversas outras modalidades. Confira 10 curiosidades sobre os esportes femininos que o RA separou para você:

  1. O Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino conta com 16 times na série A1 e outros 16 na série A2. Destes, apenas um time é mineiro: o do América-MG. Os jogos da primeira divisão começaram no dia 25 de abril e vão terminar no dia 24 de outubro. Já a segunda divisão tem sua segunda fase marcada até dia 15 de julho. No ano passado, o título da primeira divisão foi do Santos, que derrotou o Corinthians na final.
  2. No dia 11 de junho deste ano a Conmebol definiu que a sede da Libertadores Feminina de 2018 será do Iranduba, Manaus. O torneio vai começar dia 4 de novembro e terminar até o dia 18 do mesmo mês. O Brasil terá quatro times competindo: o Santos, o Iranduba do Amazonas, e o Audax, campeão da Libertadores do ano passado com parceria do Corinthians.
  3. Eleita como a melhor jogadora de futebol do mundo pela Fifa 5 vezes, em 2017 Marta Vieira se tornou a maior artilheira do Brasil, somando tanto a seleção masculina quanto feminina. Ela já quebrou o recorde do Pelé defendendo a seleção brasileira.

    Foto: DANIELA TARANTINI
  4. A seleção brasileira feminina de vôlei está na Fase Final da Liga das Nações. Atualmente elas estão em segundo lugar na classificação geral, atrás apenas dos Estados Unidos. A Liga das Nações acontece pela primeira vez esse ano, ao substituir a Grand Prix, na qual o Brasil é o atual campeão e maior vencedor, com 12 títulos.
  5. Uma pesquisa do Ministério do Esporte mostrou que o voleibol é o primeiro esporte praticado entre mulheres, mas com apenas 20% de prática das brasileiras.
  6. Apenas em 1932 o Brasil teve a primeira mulher o representado nos Jogos Olímpicos com a nadadora Maria Lenk. Em contrapartida, os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016 atingiram o maior índice de participação feminina da história: 45% dos competidores eram mulheres.
  7. Entre os dias 9 e 13 de agosto desse ano vai acontecer o Campeonato Pan-Pacífico de Tóquio e a seleção brasileira de natação conta com catorze homens e apenas 2 mulheres.
  8. Em 2017, a nadadora pernambucana Etiene Medeiros foi a primeira mulher brasileira a conquistar um mundial de natação de piscina longa na história. Ele é detentora do recorde sul-americano da prova.
  9. A seleção feminina de basquete do Brasil não disputará o Campeonato Mundial deste ano. Desde 2006 a seleção vem enfrentando uma crise com baixas colocações e está tentando uma renovação.
  10. A Liga de Basquete Feminino este ano teve um campeonato com 9 times, sendo a maioria deles de São Paulo e nenhum mineiro. O time campeão de 2018 foi o Vera Cruz Campinas.