Movimentos de esquerda e de direita convocam manifestações contra Temer

Após ser citado na delação especial de Joesley Batista, Michel Temer perde apoio de base aliada e passa por momentos de fragilidade em seu mandato.

O movimento Vem Pra Rua, que se posicionou a favor do impeachment da ex presidente Dilma Rouseff, em 2016, convoca manifestações contra o peemedebista, para este sábado, 21. O Movimento Brasil Livre postou, ontem, nas redes sociais, foto de Temer com os dizeres “Renuncia”.

Os grupos de esquerda já organizam para o ato a ser realizado hoje, nas capitais de todo o Brasil. E convocaram reunião de emergência para novas decisões sobre os movimentos.
Representantes das organizações, afirmam que a possibilidade de realizar a unificação das manifestações é inviável. “Não pode ser junto, pedimos a prisão de Lula também”, ressalta o líder do Vem Pra Rua, Rogério Chequer.

Guilheme Boulos, coordenador da Frente Povo Sem Medo e do MSTS (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) diz que “não queremos nenhum tipo de enfrentamento, mas a cooperação é muito difícil”.

Foto: Marcos Santos / USP imagens

Veja mais:

Thomaz Albano

Thomaz Albano é estudante de Jornalismo e membro fundador do Roteiro Alternativo. Aqui no RA atua como repórter, editor e integra a diretoria executiva.