Morre ícone da música popular brasileira após quase 40 anos de carreira

O cantor Belchior morreu na noite de sábado na cidade de Santa Cruz Do Sul (RS) e médico do IML relatou que o artista teve morte por causas naturais

Nascido em 26 de outubro de 1946, Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes foi um dos ícones da música popular no Brasil. Após uma incrível carreira que quase completou 40 anos, o cantor e compositor cearense Belchior deixa a todos nós um legado e uma grande história.

(Foto: UOL – reprodução)

Análise preliminar indica que o artista morreu em razão do rompimento da artéria aorta, disse a delegada Raquel Schneider. Raquel falou com o médico do IML da cidade de Cachoeira do Sul, responsável pela necropsia em Belchior.

Segundo a Secretaria de Cultura do Estado do Ceara, o corpo está sendo velado nesta segunda-feira em Sobral, cidade natal do artista. Logo após, o corpo será levado para Fortaleza para um velório no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

O Governo do Estado do Ceará decretou luto oficial de três dias. “O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil”, disse em nota o governador Camilo Santana.

Há alguns anos Belchior largou a carreira e seu paradeiro se tornou um mistério até pra sua família, com sumiços que dava e dividas que deixava. Apesar dessas questões enigmáticas no final da carreira, o cantor deixa um legado imenso e o Brasil será sempre grato pela construção de um pedaço da nossa cultura.

Maria Eduarda Faria

É estudante de Jornalismo. É repórter e coordenadora de mídias sociais do Roteiro Alternativo.