Minas Gerais tem se tornado referência na produção de cerveja artesanal

 

Foto:USP imagens

Minas Gerais sempre foi conhecido como um estado boêmio, pela fama de seus bares. Atualmente, o estado tem mostrado um grande potencial na fabricação de cerveja e Belo Horizonte é hoje considerada como um “Cinturão da cevada”.

Atualmente, Minas conta com 41 cervejarias artesanais instaladas no estado e pelo menos mais 30 marcas sem fábrica própria. A produção da bebida alcança 1,3 milhão de litros ao mês e, contrariando a crise, prevê crescimento de 14% este ano.

Um grande destaque do estado mineiro tem sido Nova Lima, que se localiza na região metropolitana de Belo Horizonte. A cidade já é considerada o pólo de fabricação da bebida. No município há incentivos fiscais a esse tipo de negócio, atraindo um muitos fabricantes.

De acordo com o Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas  (SindBebidas), há no estado 41 cervejarias artesanais, sendo que, destas, 15 estão no município vizinho à capital. Além das cervejarias artesanais em Minas, a produção da bebida se estende também a marcas chamadas de ciganas, que não contam com espaço próprio e cuja fabricação ocorre em unidades produtivas terceirizada.

Em entrevista para o Estado de Minas, o superintendente do Sindbebidas, Cristiano Lamego, afirmou que nos últimos anos a produção de cerveja artesanal cresceu em média 20% ao ano.

Curiosidade RA

  • A produção de cerveja e o lucro dado por esse produto é 28 vezes maior em relação ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro estimado pelo Banco Central (BC), de 0,5%.
  • Em volume de produção, Minas Gerais se encontra atrás somente de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Veja mais sobre o assunto


Vem com a gente! Acesse nossos conteúdos através das redes sociais @roteiroalternativo

Chiara Ribeiro

É estudante de Jornalismo. Atua no Roteiro Alternativo como cooperado de mídias sociais e repórter.