Kalil: ”futebol não é coisa para pobre”

Alexandre Kalil é prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente de um dos maiores clubes mineiros, o Atlético.

Conhecido por falar o que pensa e, muitas vezes, fazer declarações polêmicas, Kalil volta à mídia depois de entrevista ao jornal El País, quando disse que ”futebol não é para pobre.”

Torcida do Clube Atlético Mineiro no estádio Independência

“No mundo inteiro, futebol não é coisa para pobre. Doa a quem doer. Ingresso é caro em todo lugar. Torcida dividida e entrada a preço de banana estragada só existem no Brasil. O Atlético coloca ingresso a 20 reais e não lota o estádio. Futebol não é publico, não é forma de ajuda social”.

Matheus Capanema

É estudante de Jornalismo. Atua como repórter, apresentador e cinegrafista.