Ingerir vinho pode melhorar o desempenho físico e mental, revela estudo

O vinho tinto é muito conhecido por ter substâncias que fazem bem para a saúde e que até mesmo minimizam as chances de desenvolver demência, câncer, combatem o envelhecimento precoce e até regulam o açúcar no corpo. Porém, um estudo recente realizado pela Universidade de Alberta, no Canadá, trouxe novas descobertas em relação ao vinho: descobriu-se que propriedades do resveratrol, um composto encontrado no vinho tinto, são semelhantes às que recebemos durante as atividades físicas.

De acordo com Jason Dyck, chefe da pesquisa, estes resultados vão ajudar particularmente aqueles que são incapazes de praticar exercícios. Segundo o especialista, o resveratrol presente em uma taça de vinho é capaz de melhorar o desempenho físico, a função cardíaca e garantir força muscular da mesma forma que uma hora de atividades na academia.

A pesquisa foi realizada somente em ratos de laboratório e não em humanos, por isso é importante esperar novos estudos e lembrar que somente beber o vinho não substitui a necessidade de se praticar exercícios. É importante manter uma rotina de atividades físicas que garante longevidade, alivia o estresse, previne doenças, ajuda na perda de peso, ou seja, faz bem para a mente e o corpo.

Veja mais do Roteiro Alternativo – Vinho laranja ganha atenção dos especialistas

 

Chiara Ribeiro

É estudante de Jornalismo. Atua no Roteiro Alternativo como cooperado de mídias sociais e repórter.