Fórmula Drone será realizada em MG

Você já ouviu falar em fórmula Drone? Então, competição será de 19 a 21 de maio no campus da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), sudoeste mineiro.

A Competição Fórmula Drone é uma iniciativa educacional a cargo da SAE Brasil, (Sociedade Brasileira da Tecnologia da Mobilidade), com o objetivo de estimular o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia de sistemas aplicados à operação de aeronaves tipo drone, por meio da competição entre equipes.

Equipe do CEFET MG

“O programas estudantis da SAE BRASIL são focados na inovação e no futuro; um bom exemplo é a estreante Fórmula Drone, que desafia jovens do ensino técnico nível médio a desenvolverem protótipos dessas pequenas aeronaves que podem ser a próxima revolução tecnológica”, diz Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.

Estudantes do ensino profissional técnico de nível médio fazem os últimos acertos nos drones que disputarão a Fórmula Drone SAE BRASIL 2017. A competição será realizada de 19 e 21 de maio próximo, no campus da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), em Itajubá, Minas Gerais.

A Competição Fórmula Drone SAE BRASIL 2017 conta com 12 equipes inscritas que representam escolas técnicas dos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. A maioria se encontra em fase de teste de voo das aeronaves, nas dependências das próprias instituições de ensino ou em áreas próximas.


Veja também Aplicativo de música avisa limite de velocidade para motoristas


As equipes são formadas por até 15 alunos, que desenvolvem os projetos de drones sob a supervisão e orientação de professores de suas escolas, em resposta a desafios técnicos especificados no regulamento da competição.

A competição

No primeiro dia da competição, 19 de maio, as equipes farão apresentações orais de seus projetos perante uma comissão de juízes, e esclarecerão dúvidas decorrentes da análise de relatórios técnicos previamente enviados ao Comitê Técnico da competição. Dessa etapa, denominada Competição de Projeto, resultarão pontuações importantes para a classificação geral, referentes exclusivamente a aspectos teóricos. Os dois dias subsequentes (20 e 21 de maio) são reservados às provas práticas, com baterias sucessivas de voos. Essa etapa é denominada Competição de Voo. A somatória dos pontos obtidos nas duas etapas – de Projeto e de Voo – define a classificação final das equipes.

 

Thomaz Albano

Thomaz Albano é estudante de Jornalismo e membro fundador do Roteiro Alternativo. Aqui no RA atua como repórter, editor e integra a diretoria executiva.