Exposição “Dragão Floresta Abundante” traz aspectos da cultura chinesa ao CCBB – BH

A mostra “Dragão Floresta Abundante”, que está no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) desde o dia 2 de maio traz fotografias, registros performáticos, recortes a laser, algoritmos e muito mais atrativos para chamar a atenção do público belorizontino e atraí-los para conhecer mais sobre a cultura chinesa.

(Foto: Métropole.com)

Produzida pelo artista e professor do Departamento de Artes Visuais de Brasília Christus Nóbrega, o evento  traz visões e experiências que são resultado dos 3 meses que o artista morou em Pequim.  O nome da exposição que é o significado do logograma ( desenhos chineses que representam as palavras)  do seu nome também remete ao significado de “aquele que faz coisas bem aventuradas e grandiosas”.

Dragão Floresta Abundante provoca nos espectadores uma série de reflexões relacionadas a diversos aspectos, desde questões antigas como mapas e pipas  até as mais contemporâneas como por exemplo o GPS de celular.  “Passeio Controlado” é uma das partes interativas principais  da exposição que convida os visitantes a participarem de uma fábrica de pipas. A obra, além  de mostrar a confecção de pipas, que são objetos de lazer tão antigos também busca mostrar ao público o funcionamento de uma linha de produção industrial, a desvalorização da mão de obra e a alienação.  Além disso, a exposição trata de outros aspectos como a natureza, acontecimentos  na República Popular Chinesa, entre outras obras que foram fruto da observação do próprio autor. Outra obra que chamou muita atenção foi “Fábrica de nuvens”que representa a poluição do ar causada pela fumaça de uma fábrica, que ficava próxima do hotel do produtor, no qual ele observava pela janela.

A exposição ocorre até o dia 30 de julho, de 9h às 21h todos os dias da semana, exceto às terças –feiras (dia em que o CCBB não abre) com entrada franca e livre para todos os públicos.

(Foto: CCBB Divulgação)