Estudos comprovam que álcool tem efeito analgésico

O poder do álcool de amenizar dores começou como uma crença popular e agora foi comprovado: pesquisa feita pela Universidade de Greenwich comprovou que certas concentrações de álcool na corrente sanguínea oferecem reduções clinicamente relevantes nos índices de dor.

Os pesquisadores da universidade conduziram 18 estudos com 404 participantes e procuraram esclarecer através da pesquisa se o álcool realmente causa redução na percepção da dor e qual seria o grau de tal efeito.

Os resultados também concluíram que quanto maior a quantidade de álcool ingerida, maior a resistência, mas os especialistas alertam que tal efeito analgésico pode ser considerado uma das causas para a dependência alcoólica de pessoas com quadros de dores crônicas.

Mais estudos serão feitos para comprovar os resultados obtidos.

Para ler o a pesquisa complete, clique aqui.

Chiara Ribeiro

É estudante de Jornalismo. Atua no Roteiro Alternativo como cooperado de mídias sociais e repórter.