Copa Libertadores terá mudanças a partir de 2019

A maior competição de futebol do continente americano, a tradicional Copa Libertadores, sofrerá mudanças a partir do ano que vem.

A Confederação Sul-Americana de Futebol, conhecida como Conmebol, organizadora da taça Libertadores, anunciou neste ano que a partir de 2019 a final do torneio acontecerá em apenas um jogo, em um estádio previamente escolhido pela entidade. A previsão é de que a final seja sempre num sábado em horário nobre. Esta nova medida foi aprovada com unanimidade pelo conselho da entidade.

Mais que uma partida, este será um grande evento esportivo, cultural e turístico que trará grandes benefícios para o futebol sul-americano, seus clubes e seus torcedores. Esta emocionante alteração oferecerá um espetáculo desportivo de classe mundial e uma melhor experiência em casa e no estádio. Em termos de desenvolvimento, projetamos maiores receitas para o torneio e para os clubes finalistas, assim como uma maior projeção do futebol sul-americano e da Conmebol a nível global – explicou o presidente Alejandro Domínguez no site oficial da entidade.

Curiosidades R.A:

  • O equatoriano Alberto Spencer é o maior artilheiro da história da Libertadores, com 54 gols no torneio. Ele jogou pelo Peñarol (Uruguai) e Barcelona de Guayaquil (Equador).
  • O Independiente, da Argentina, é o time com o maior número de títulos da competição. Já são 7 taças levantas pelo ‘’Rei de Copas’’.
  • Os clubes argentinos são os maiores campeões da Libertadores, somando 24 títulos, contra 17 de equipes brasileiras. O Grêmio é o atual campeão da Copa.
  • A final da Copa Libertadores de 2013, realizada no Mineirão, entre Atlético x Olimpia, registrou a maior renda da história do futebol sul-americano em uma partida. Foram lucrados R$ 14.176.146,00.
  • O maior público em uma partida aconteceu na partida entre Cruz Azul 3×0 River Plate, no dia 30 de maio de 2001, no Estádio Azteca, Cidade do México.
  • O jogador mais velho a fazer gol na competição foi o brasileiro Zé Roberto, ao marcar na partida entre Palmeiras x Atlético Tucumán, em 2017. Ele tinha 42 anos.