Circuito da Liberdade é o maior do Brasil

Composto por 15 instituições, o Circuito Liberdade é, atualmente, o maior conjunto integrado de cultura do país e oferece uma grande diversidade ao público. Inaugurado em 2010, o projeto visa promover uma maior interação com o espaço urbano e os grupos artísticos locais. A administração dos espaços é dividido entre o Governo Estadual e o setor privado.

O projeto foi consolidado após a mudança da sede do Governo do Estado para a Cidade Administrativa. Os antigos prédios públicos foram adaptados para que a população pudesse usufruir de espaços interativos, oficinas artísticas e muito mais em um dos pontos turísticos mais tradicionais de Belo Horizonte.

Inicialmente, chamava-se Circuito Cultural Praça da Liberdade por abranger apenas a região no entorno da praça, no entanto, após uma modificação e ampliação, passou a integrar o conjunto os eixos da Avenida João Pinheiro e Rua da Bahia. O nome foi então modificado para Circuito Liberdade.

Confira abaixo os espaços, um pouco da história deles e o funcionamento.

(Foto: Sabrina Hayduk)
  • Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais:

Com a arquitetura desenvolvida por Oscar Niemeyer e inaugurada em 1961, o espaço possui mais de 570 mil exemplares variados, audiolivros e livros em Braille. Contém ainda um teatro que comporta 220 pessoas.

Funcionamento:

De segunda a sexta-feira: 8h às 18h

Sábado: das 8h às 12h

  • Rainha da Sucata

O edifício tem seu projeto arquitetônico assinado por Éolo Maya e Silvio de Podestá, é bastante chamativo por sua construção ousada, cheia de cores e materiais encontrados na região como pedra-sabão, quartzito, ardósia e aço produzido por empresas mineiras. O prédio abriga o Centro de Informação ao Visitante (CIV), que tem a função de informar sobre a programação do Circuito Liberdade, de Belo Horizonte e Minas Gerais, e o Hub Minas Digital, espaço de coworking que oferece uma estrutura moderna para palestras, workshops e para trabalho.

Funcionamento:

Não funciona às segundas-feiras.

Terça, quarta, sexta, sábado e domingo: 9h às 18h 

Quinta-feira: 9h às 21h

  • Espaço de Conhecimento UFMG

Tem como objetivo, através da cultura científica e artística, dialogar com o visitante e auxiliá-lo a buscar a construção de um olhar crítico sobre a produção de conhecimento. O espaço utiliza de recursos audiovisuais e e tecnológicos para que haja uma interação com o público. O local ainda possui um Terraço e um Planetário, dois lugares destinados à ampliação dos saberes astronômicos.

Funcionamento:

Terça a domingo: 10h às 17h

Sábado o horário é estendido: 10h às 21h

  • MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

Localizado no Prédio Rosa, inaugurado em 1897, o museu possui 18 áreas expositivas e 44 atrações que utilizam de recursos interativos, tecnológicos e lúdicos para que o visitante consiga entender um pouco mais da Geociência.

Funcionamento:

Terça a domingo: 12h às 18h

Quinta-feira: 12h às 22h

A última terça-feira do mês funciona das 12h às 17h

(Foto: Sabrina Hayduk)
  • Memorial Minas Gerais Vale

O antigo prédio da Secretaria da Fazenda, de 1897, abriga atualmente um espaço destinado ao aprendizado dos costumes e histórias de Minas Gerais. Por meio de experiências interativas e lúdicas, o visitante percorre do Século XVIII até os dias atuais.

Funcionamento:

Terça a sábado: 10h às 17h30

Quinta-feira: 10h às 21h30

Domingo: 10h às 15h30

  • Centro de Arte Popular – Cemig

Com o objetivo de valorizar a cultura popular, o museu expõe ao público a pluralidade existente nas obras mineiras. É possível conhecer artista de diversas regiões de Minas. O espaço conta com 4 salas de exposições fixas, oficinas de arte e um teatro com capacidade para 60 lugares.

Funcionamento:

Terça, quarta e sexta-feira: 10h às 19h

Quinta-feira: 12h às 21h

Sábado e domingo: 12h às 19h

  • BDMG Cultural

Desde 1988 a instituição promove ações ligadas à música, artes cênicas e visuais, com o intuito de oferecer espaço a novos e antigos talentos. O espaço fica aberto diariamente, incluindo sinais de semana e feriados, à exposição.

Funcionamento:

Todos os dias: 10h às 18h

  • Academia Mineira de Letras

Foi fundada em 1909 em Juiz de Fora, no entanto foi transferida para Belo Horizonte em 1915. Em 1987 foi instalada no Palacete Borges da Costa, construção que mistura o clássico com o moderno, possuindo um auditório anexo e mais de 28 mil títulos e 32 mil exemplares.

Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 14h às 19h

  • Museu Mineiro

Localizado em um prédio com bastante significado histórico, o Museu Mineiro apresenta um acervo recheado de imagens, equipamentos litúrgicos, mobiliários, moedas, armas entre outros mais de 3.500 objetos.

Funcionamento:

Terça, quarta e sexta-feira: 10h às 19h

Quinta-feira: 12h às 21h

Sábado e domingo: 12h às 19h

  • Arquivo Público

Os visitantes tem acesso a diversos documentos que contam histórias do período colonial, imperial e republicano. É possível encontrar documentos que são referentes aos movimentos populares e eventos ocorridos em Minas como por exemplo a Inconfidência mineira. Existem ainda filmes, curtas e documentários que marcaram Minas Gerais.

Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 9h às 19h

  • Centro Cultural Banco do Brasil

O CCBB BH foi inaugurado em 2013 e apresenta uma diversidade cultural enorme ao seu público. Com uma área de 1200 metro quadrados, salas para conteúdo audiovisual, teatro com capacidade para 264 lugares e espaços de convivência, o CCBB BH está entre os maiores espaços culturais do Brasil.

Funcionamento:

Quarta a segunda-feira: 9h às 21h

(Foto: Sabrina Hayduk)
  • Horizonte Sebrae – Casa de Economia Criativa

O espaço funciona com palestras, cursos e auxílio ao público que deseja maior capacitação profissional. Funciona também como uma ajuda mais prática aos empreendedores que possuem dúvidas quanto a leis, ações e projetos.

Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 9h às 18h

  • Cefart Liberdade

Visando ampliar as atividades artísticas, o lugar oferece cursos profissionalizantes e livres nas áreas de teatro, dança e música. O local conta com salas para aulas individuais, pequenos grupos, ensino coletivo, sala multiuso para estudos e sala de ensaio.

Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 9h às 21h

  • Casa Fiat de Cultura

Tendo como objetivo o incentivo à produção artística, a Casa Fiat de Cultura recebe exposições variadas e oferece aos seus visitantes palestras sobre arte, design, fotografia e muito mais. O hall principal possui uma exposição fixa “Civilização Mineira”, o maior painel de Candido Portinari em Minas Gerais.

Funcionamento:

Terça a sexta-feira: 10h às 21h

Sábado, domingo e feriado: 10h às 18h

  • Palácio da Liberdade

Inaugurado em 1898, era a antiga sede do Governo de Minas Gerais e foi palco de diversos acontecimentos que marcaram a história do estado. Projeto por José de Magalhães, o Palácio atrais olhares de todos que passam pela praça, por sua grandiosidade e beleza.

Funcionamento:

Temporariamente fechado

(Foto: Sabrina Hayduk)