Atlético busca mais um título continental na Copa Sul-Americana

O Clube Atlético Mineiro foi derrotado por 1 a 0 para o San Lorenzo, da Argentina, em partida válida pela primeira fase da Copa Sul-Americana. O jogo, foi disputado no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. A segunda partida do mata-mata entre os clubes ocorre no dia 8 de maio, em Belo Horizonte, no Independência as 21:45. O galo precisa de 2 gols de vantagem para seguir adiante na competição.

Caso classifique, a equipe atleticana busca sua quinta taça continental. Bicampeão da extinta Copa Conmebol, em 1992 e 1997, o Atlético ainda tem os títulos da Copa Libertadores, conquistada de forma heróica em 2013 e a Recopa de 2014, torneio que reúne o confronto entre o campeão da Libertadores e o campeão da Sul-Americana no ano anterior.

Com cinco eliminações na primeira fase da Sul-America, todas para equipes brasileiras, duas vezes para Goiás (2004-2009) e Botafogo (2008-2011) e uma vez para o Fluminense (2003), o Galo buscar acabar com o jejum de não ter um título desta competição. No único ano em que superou a etapa inicial, em 2010, o Atlético também caiu para um brasileiro. Com o placar agregado de 3×1 para o Palmeiras, o time deu adeus para a competição nas quartas de final.

Após cinco participações seguidas no torneio de futebol mais importante do continente (Copa Libertadores), o time alvinegro se encontra mais acostumado e experiente para este desafio em 2018. Para conseguir levar o sonho adiante e conquistar mais um torneio continental, o Atlético terá de reverter o placar de 1×0 conquistado pelo San Lorenzo, no dia 11/04. Não será um desafio novo para o torcedor atleticano. Em 2013, para conquistar a América, o time teve que realizar duas viradas surreais, (Na semifinal contra o Newell’s, da Argentina e na final contra o Olimpia do Paraguai). Em ambas as partidas, o Galo saiu perdendo por 2×0 no primeiro confronto. Daí nasceu um dos bordões mais famosos do futebol brasileiro, o ‘’Eu Acredito’’, que certamente estará presente no canto do torcedor no próximo duelo contra os argentinos.

Jô e Ronaldinho Gaúcho comemorando a conquista da Copa Libertadores 2013. Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético Mineiro