Bispo sugere que vítimas de violência doméstica são culpadas pelo crime

O programa Escola do Amor, da Record TV, vem gerando debate na internet após apresentar um caso de violência doméstica. A repercussão começou após o bispo Renato Cardoso, apresentador do programa, dar opiniões polêmicas sobre o fato. O programa também é apresentado por uma mulher, Cristiane Cardoso, esposa do pastor e filha do bispo Edir Macedo que é presidente da emissora.

O  caso em questão trata de um homem que agrediu sua companheira por 20 minutos após uma discussão. No programa, após a apresentação e a entrevista do casal envolvido, o bispo sugeriu que as mulheres também teriam responsabilidade em relação a crimes domésticos, por não “controlarem a língua”, disse.

“Homem leva a fama de covarde quando bate em mulher. Nunca há desculpa. Porém, o que quase ninguém fala, um erro tão sério quanto o dele, por anos e anos, a mulher não sabia controlar a língua” e completa “Mulher, preste atenção, cale a boca. Se você não vai acrescentar nada nem levantar a moral dele, cala a sua boquinha”.

Apesar do posicionamento polêmico, Renato Cardoso disse para as pessoas denunciarem este tipo de agressão e que nada justifica a violência contra as mulheres.

Veja mais sobre a repercussão em  O Tempo

Foto: Divulgação/ Record TV

Guilherme Lorran

É estudante de Relações Públicas. No Roteiro Alternativo, atua como repórter.