Banda mineira, Lagum, volta à BH para Warm Up Festival Sarará

(Foto: Beatriz Pinho)

Por Mariana Cavalcanti e Beatriz Pinho

No último domingo (1) aconteceu o evento Warm Up Festival Sarará, realizado no Bud Basement, em Belo Horizonte. Com atrações mineiras e especiais como Lagum, Hot e Oreia e Djonga, o público curtiu um pouco do que vai ser o Festival Sarará Sensacional que vai ocorrer no dia 18 de agosto, às 14 horas, no Mineirão e que teve seu Line up divulgado no dia. 

O evento começou às 16 horas e teve um público muito animado e ansioso para todas as atrações que iriam tocar. Entre eles estava Ana Luiza, fã do Lagum, que aguardava o momento que a banda subiria ao palco “eu amo todas as músicas, acompanho todos eles e estava muito ansiosa por um show aqui em BH, eles estão demorando a fazer show aqui” comenta ela, em tom de brincadeira. Samuel Lima fala que queria assistir os shows de Djonga e Hot e Oreia, ele conta que sua música preferida do Djonga é a “O mundo é nosso” e ele explica “ela é muito importante pra mim, por eu ser preto, ela carrega muito da ideia de trazer de volta a autoestima de quem é preto. Uma autoestima muito maltratada por causa de uma coisa boba que é o tom de pele.” O local contava ainda com televisões que transmitiam o jogo entre Croácia e Dinamarca e possuía lugares especiais para quem quisesse fazer tatuagem, barbearia e até compras de souvenir.

Thiago Muniz tocando sua música (Foto: Beatriz Pinho)

Os shows foram marcados por muita animação e um coro coletivo que cantava as músicas de todos os artistas. Durante o show da banda Lagum, um fã pediu pra subir ao palco e cantar uma música que ele mesmo havia escrito, o vocalista Pedro Calais abriu espaço e Thiago Muniz apresentou sua composição para uma plateia que o recebeu com empolgação. Em entrevista ao Roteiro Alternativo, Thiago contou o motivo de querer subir ao palco “Hoje de manhã eu sabia que eu ia vir pro show e eu já sabia que o pessoal da Lagum era gente boa e que se eu pedisse pra tocar, talvez eles deixassem. Eu fui na fé e ainda bem que eles deixaram.” Ele ainda brinca “eu sei que fui meio inconveniente, mas eu sonhava com isso há muito tempo.” O jovem conta que toca violão desde os nove anos e que há um ano e meio ele está compondo, ele diz que quer ser artista e que vai entrar na faculdade de música, mas para ele é o palco que proporciona as melhores experiências.

ENTREVISTA COM A LAGUM

Banda Lagum no palco. (Foto: Beatriz Pinho)

A equipe do Roteiro Alternativo conversou com a banda Lagum antes da apresentação e todos os integrantes demonstravam muita animação por estarem tocando em casa. Pedro Calais, vocalista, comenta que é diferente tocar em Belo Horizonte e explica o porquê do número de shows na cidade estar mais reduzido: “a gente está fazendo essa tática mesmo, a gente está tocando menos aqui pra gente conseguir tocar pra cada vez mais pessoas e ficar cada vez mais fervoroso, com mais gente.” O grupo ainda contou que está sempre se inspirando nas bandas que estão em alta, como a banda australiana Sticky Fingers “Eles estão fazendo bastante sucesso lá fora, com bastante inovação. Ao mesmo tempo a gente olha lá pra fora e desenvolve isso a partir da nossa essência, então a gente sempre busca trazer o que tem de melhor na Lagum, que é essa parte de instrumental junto com a letra e as segundas vozes e que está sendo esse show que a gente vai entregar em BH e esperamos que o público goste bastante” explica Glauco, guitarrista.

Quando questionados sobre o que os motiva a continuar tocando, Pedro responde “a naturalidade! A gente só fala e faz o que a gente sente e o que a gente gosta, nossa inspiração e motivação é retratar o que nós somos mesmo, sem colocar nenhuma máscara e personalidade à frente. Queremos mostrar para as pessoas que nós também somos pessoas: com problemas, que nós amamos, que somos felizes, que erramos.” A equipe RA perguntou o que o grupo sentiu ao ver que o Neymar havia postado um trecho da música “Deixa” em seu Instagram um dia antes “então, a gente estava a praticamente dois dias sem dormir fazendo show no interior de Minas e quando chegou a notícia nós ficamos loucos! Todo mundo gritando de felicidade, foi um marco pra gente. O Neymar é um dos principais nomes do mundo, principalmente agora em época de Copa do Mundo.” Francisco, baixista, conta e ainda brinca “só faltou ele dar o gostinho e marcar a gente”. E por fim, quando indagados se gostariam de mandar algum recado para os fãs, Pedro diz “ ‘Seje’ maneiro!”, fazendo referência ao escrito de sua camisa.

Line Up – Festival Sarará Sensacional – 18 de agosto, às 14 horas, no Mineirão

  • Criolo
  • Emicida convida Drik
  • Mallu Magalhães convida Maria Gadu
  • Graveola
  • Lagum + Hot e Oreia
  • Nação Zumbi
  • Jhonny Hooker
  • Gloria Groove
  • Pequena Morte
  • Man High convida Space Time Riples
  • Maíra Baldaia
  • Tecer tipo
  • Dolores 602
  • Samba da Jabu = Oi de Gato + Cinara Ribeiro + Bloco dos Pescadores
  • Master Plano convida Teto Preto
  • Deskareggae
  • Miêtta
  • Biltre

Roteiro Alternativo

Assuntos comuns, ângulos diferentes. Vem com a gente!