Arraial de Belo Horizonte está a todo vapor

Em 1979, a Prefeitura de Belo Horizonte criou o “Forró de Belô”, uma festa que unia os vários grupos de quadrilha que já existiam na cidade. O objetivo era se tornar mais uma opção de lazer e atrair turistas para a capital. A partir de 1980, o evento passou a ser coordenado pela Belotur e em 1994 transformou-se no “Arraial de Belô”, deixando de ser apenas uma festa e resgatou a tradição junina na cidade.

Em 2017 uma nova mudança, o “Arraial de Belo” passou a ser  o Arraial de Belo Horizonte que, segundo a Prefeitura, está contemplando as diversas regiões da cidade, com atrações localizadas, além das centrais.

Arraial de Belô 2016_
Foto- Carlos Augusto dos Santos

Além da mudança de nome, diversas novidades para esta edição foram apresentadas pela Belotur. Entre elas, um aplicativo com a programação completa que já está disponível gratuitamente na AppStore e no Google Play.

Ainda de acordo com a Belotur, mais de 40 grupos participam da competição de quadrilhas, realizada na praça da estação. Entre as apresentações musicais, que já é tradição após as etapas do concurso, shows com artistas consagrados da música brasileira.

Veja a lista dos Shows confirmados para o palco montado na Praça da Estação:

Banda Chaparrall: 30 de junho, a partir das 23h30
Don e Juan: 1º de julho, a partir das 23h
Gino e Geno: dia 2 de julho, a partir das 21h
Rick e Ricardo: 8 de julho, a partir das 23h
Michel Teló: dia 9 de julho, domingo, a partir das 21h

Concursos de Quadrilhas
Grupo de Acesso: 30/06, 01º e 02/07
Grupo Especial: 08 e 09/07

 CURIOSIDADE RA
Todo ano as quadrilhas do Arraial de Belo Horizonte competem entre si e dão o seu melhor, é um verdadeiro espetáculo de cores e danças. Em 2016 a campeã foi o Grêmio Recreativo Cultural São Gererê levando seu quarto título de melhor quadrilha. Veja:

Maria Eduarda Faria

É estudante de Jornalismo. É repórter e coordenadora de mídias sociais do Roteiro Alternativo.