Andrea Neves é acusada de receber regalias na prisão

Foto: reprodução internet

A penitenciaria Estevão Pinto recebeu uma reclamação de cinco presas sobre Andrea neves.  As presas enviaram uma carta à direção do presídio para expor a insatisfação com as regalias que Andrea vem recebendo, fazendo com que elas percam alguns direitos.

O teor da carta foi exposto pelo site globo.com. Segundo as detentas, após a chegada de Andrea, as cinco foram transferidas para celas de castigo e triagem, fazendo com que a irmã de Aécio ocupe sozinha uma cela especial. Vale lembrar que as prisioneiras também possuem ensino superior, portanto, deveriam receber um tratamento igualitário.

Alem de perder a cela especial, as mulheres reclamam da quebra de seus direitos no banho de sol. As prisioneiras perderam uma hora do tempo disponível (2 horas), e o local onde elas praticavam atividades desportivas foi alterado, fazendo com que ficassem em um ambiente pequeno e sujo.

Segundo os relatos, Andrea vem recebendo privilégios que burlam procedimentos internos do presídio. A direção teria dispensado a irmã de Aécio do uso de algemas e teria permitido a entrada de um médico particular, o que é proibido.

O conteúdo da carta foi contestado pelo órgão que administra o sistema prisional (SEAP). Em nota, eles afirmam que, as celas para onde as prisioneiras foram transferidas, estão em excelente estado e foram reformadas recentemente. São celas individuais, arejadas e todas com televisão.

Marcelo Leonardo, advogado de Andrea Neves, negou que sua cliente esteja recebendo tratamento privilegiado. Afirmou que a mesma está sofrendo, e que só está em uma cela separada devido a uma decisão do sistema prisional, por medida de segurança.

 

 

Guilherme Lorran

É estudante de Relações Públicas. No Roteiro Alternativo, atua como repórter.